BDSM: o que significa e principais dicas para quem está iniciando

Home / Novidade / BDSM: o que significa e principais dicas para quem está iniciando

BDSM: o que significa e principais dicas para quem está iniciando

Você já ouviu falar sobre BDSM? O tema ganhou grande importância com o filme "Grayscale", mas ainda é um tabu para várias pessoas.

Para esclarecer dúvidas para aqueles que desejam aprender mais sobre esta prática, consultamos Tatiana T. Bovolini (CRP-98621), sexóloga e psicóloga. Dicas importantes, terminologia e perguntas sobre o BDSM foram incluídas.

7 dicas para Infinito

Dicionário BDSM
  • Você começa a treinar em
  • iStock

    Tatiana explica que BDSM significa "anexação, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo". O termo refere-se às relações sexuais baseadas no prazer da dor. É um exercício que exige o respeito e a aprovação de seus participantes e que exige conhecimento de todo.

    Assim, é um exercício que pode confundir algumas pessoas e ter um objetivo distorcido. Para iniciantes, o BDSM é um mundo que pode ser quebrado e algumas dicas podem facilitar esse processo. Veja algumas dicas para iniciar a prática de BDSM.

    1. Password

    A palavra security ou "afafeword" refere-se a uma palavra escolhida pelos parceiros para garantir a integridade do ato. Esta palavra é falada pelo sujeito quando ele deseja interromper a prática. A palavra segurança deve ser respeitada acima de tudo.

    Mas que palavra devo usar? A dica é que palavras que são fáceis de entender e não podem ser usadas em outro contexto são usadas ou que algumas das distorções são criadas. Por exemplo, se você usar a palavra "preparar" como secretária segura, poderá aumentar a vontade dos que a dominam. Escolha palavras simples como "céu", "pebble", "mar". Por favor sinta-se livre para escolher.

    2. Acessórios

    A prática de BDSM foi aprimorada com o uso de acessórios. Existem inúmeros acessórios, como punhos, kits de bondage, chicotes e muito mais.

    Aqui, a festa é escolher acessórios que proporcionam segurança e conforto. Procure produtos em lojas de sexo confiáveis. Por exemplo, os punhos devem ter um aperto de segurança para que o seu marido não se envolva. Conheça o seu corpo e parceiro ou parceiro, conheça os limites dos dois, para poder escolher mais acessórios ou dispositivos móveis.

    3. Confiança

    Para a prática de BDSM, a confiança na outra pessoa é indispensável. É importante escolher alguém em quem você possa confiar e se sentir confortável.

    4. Conhecimento

    Para ser uma boa prática de BDSM, você precisa procurar conhecimento. Conheça o seu corpo, prática, ambiente e pessoa que você compartilhará neste relacionamento

    5. Tenha cuidado

    Qualquer pessoa dominadora deve levar em conta as reações daqueles que dominam. Você precisa identificar as sensações que estão ocorrendo. Se o seu parceiro sentir dor, fadiga ou se sentir feliz.

    Reserve um momento para apreciar aqueles que os dominam. Use esta visualização para controlar o tempo do orgasmo. Isso fará com que o controle aproveite o aumento, e no momento em que isso acontecer, ele explodirá em harmonia.

    6. Conheça os papéis e esteja completo

    Entenda os papéis em um relacionamento BDSM. Se você é um chefe, aja como um e mantenha uma forte atitude de controle e aparência.

    7. Exchange Exchange

    O relacionamento BDSM define seus perfis, mas não há nada que os impeça, com o consentimento deles, de alterar as funções a qualquer momento. Assim, é possível experimentar muitas situações e experiências que tornarão a prática perfeita.

    Estas são dicas para quem conhece o mundo do BDSM. É claro que, com o tempo, o conselho se tornou mais profundo. No momento, tente seguir estas sete pequenas manchetes que estamos preparando para iniciar esta pesquisa para a diversão do relacionamento.

    Dicionário BDSM: Terminologia que você precisa saber

    iStock

    BDSM Practical é uma prática repleta de informações, regras e muito mais. Também traz certos termos específicos que os profissionais sabem. Conheça alguns dos termos mais famosos e fundamentais do BDSM.

    BDSM

    Como mencionamos anteriormente, BDSM significa "cerco, disciplina, dominação, submissão, sadismo e masoquismo", mas cada termo tem seu próprio significado.

    Link refere-se à prática de vincular ou restringir movimentos de parceiros. O termo disciplina de BDSM refere-se ao cumprimento de regras e regras entre os dois.

    Os termos dominância e apresentação referem-se aos papéis dos participantes. Um relacionamento BDSM contém uma pessoa dominante e uma pessoa dominante.

    Sadomasoquismo, S e M, refere-se àqueles que gostam de estimular o sofrimento e o sadismo e aqueles que estão satisfeitos e Mazuzi, permitindo que a mente estimule esse sofrimento durante a prática.

    Dom e Dom

    referem-se àqueles que governam. Um dom para dominar e domme para dominar. Eles controlam o assunto de maneira consensual.

    Sub

    Quem tem permissão para dominar por consentimento. Ele é submisso. O termo é válido para homens e mulheres.

    Cena

    é quando ocorre interação, um ato de relacionamento BDSM. Isso pode acontecer em qualquer lugar, onde o casal, por consentimento mútuo, assume seu papel / dom e seus sub-papéis.

    SSC

    Isso significa, seguro e consensual, é uma espécie de jogo emocionante.

    Escravo

    é aquele que concorda em dar controle total sobre o outro. Este é um manual que guia toda a prática de BDSM. A saúde mental, física e emocional dos envolvidos deve ser respeitada.

    Switcher

    O termo refere-se a quem troca de papéis, é a pessoa que desempenha o papel de tirania e subjugação.

    É o termo usado para pessoas que não praticam BDSM. É usado porque indica o sabor saboroso do sorvete.

    Fitness

    Pode ser apenas uma extensão usada na prática, mas pode ser algo que represente o relacionamento oficial de BDSM, um símbolo. Quando a régua e o subjetor formalizam o relacionamento, diz-se que foram designados.

    Inicialmente, esses são os termos básicos que você precisa saber para iniciar a prática de BDSM. O mundo dessas relações é muito complexo e há muitas coisas que devem ser aprendidas com o tempo.

    iStock

    Essa prática gera claramente muitas incertezas e é extremamente importante abordar antes de iniciar um relacionamento BDSM.

    Assim, a sexóloga Tatiana mostra algumas dúvidas importantes e revela curiosidade e informação sobre o assunto. Experimente:

    BDSM nem sempre é práticas sexuais

    Perfeitamente! A prática do BDSM nem sempre envolve sexo. Pode ser intenso e muito sensual, mas não necessariamente ter um relacionamento sexual. Por exemplo, a massagem pode ser uma prática de BDSM.

    50 toneladas de cinza não tem nada a ver com BDSM

    Tatiana diz que o livro não suporta 100% de uma certa prática. Traz muita imaginação e algum respeito na relação entre os praticantes, algum descumprimento das regras, etc.

    É possível sufocar com segurança?

    Uma das maiores questões sobre práticas de BDSM é pendurar, se o exercício é seguro ou pode prejudicar o subcontratado. Para a marca do sexo, é possível praticar a sufocação com segurança.

    Dessa forma, tudo deve ser feito na prática de BDSM com segurança, com o consentimento de ambos. É importante realizar pesquisas e entender a prática pendente.

    O BDSM pode ser considerado violência doméstica?

    Há muita distorção sobre o que esse tipo de relacionamento realmente é e como funciona. Tatiana diz que essa prática não pode ser considerada violência doméstica de forma alguma. No caso do BDSM, há consenso entre os praticantes e ninguém é forçado a fazer nada.

    Prática de BDSM entre casais gays é possível?

    Embora muitas pessoas pensem que apenas mulheres podem desempenhar o papel de subcontratadas, esta prática não separa o sexo ou a atividade sexual, e todos podem ser adeptos disso. Existe amor entre casais que praticam essa prática?

    Sim, existe uma possibilidade de amor. Alguns casais já vêm de um relacionamento longo ou já casado.

    No entanto, alguns casais preferem manter relações contratuais sem vínculos emocionais. O que você merece é que você se sinta bem e conheça seus limites.

    Eu nunca posso dizer não à tirania?

    Tudo o que é realizado em BDSM é com consentimento, por isso é possível que o trabalho negativo. Mas até que esta prática esteja totalmente implementada, é importante ter um monte de conversas entre os dois.

    Estas são as principais dúvidas que podem surgir para aqueles que desejam praticar esta prática. É importante saber muito sobre BDSM e tirar todas as suas dúvidas antes de começar.

    Ao falar, a prática do BDSM é extremamente complexa e requer estudos, pesquisas e troca de experiências para que possa desempenhar seu verdadeiro papel, que é dar prazer através da dor.

    O tempo para colocar essas dicas em prática e nos conhecermos melhor. Mas nunca se esqueça: você não é obrigado a fazer nada e tudo deve ser feito com o seu consentimento!

    Publicado BDSM: O que isso significa e as principais dicas para aqueles que apareceram pela primeira vez em "Women's Tips".

    LEAVE A COMMENT

    All fields are mandatory.